Página Inicial

Bodyboarder portuguesa conquistou o título mundial na Nazaré.

Joana Schenker, que hoje se sagrou campeã do mundo de bodyboard na Nazaré, disse que Portugal já merecia ter um atleta no topo do circuito mundial da modalidade, reconhecendo que está a ter um ano perfeito.

“Foram muitos anos a batalhar para isto. É um sonho realizado para qualquer atleta conseguir o título mais importante da modalidade. Sinto também que Portugal já merecia ter um campeão do mundo. Portugal tem um grande historial no bodyboard e ter um campeão do mundo do circuito mundial era algo que o país já merecia. Ser eu a dá-lo é uma grande honra e também uma grande responsabilidade”, disse, à agência Lusa.

A algarvia, que fez 30 anos a 01 de outubro, reconheceu que está a ter um ano de sonho – “não falta mais nada” –, depois de já ter vencido o Europeu e o Nacional.

Vencer o Mundial em casa, na Praia do Norte, na Nazaré, “é mais especial ainda” para Joana Schenker.

“Eu senti a comunidade do bodyboard e quem acompanha um pouco esta modalidade com uma energia incrível, em especial depois da etapa de Sintra, quando passei para a frente do 'ranking'. Tenho recebido um 'feedback' enorme das pessoas. Sinto-me muito acarinhada. É muito especial vencer em casa, junto dos amigos e das pessoas que falam a nossa língua”, assumiu.

Para o futuro, Joana Schenker lembra que falta uma etapa do circuito, nas Ilhas Canárias, assumindo que terá de “treinar muito nesta época de inverno, aproveitar da melhor maneira para me preparar, porque para o ano começa tudo da estaca zero”.

Login Form